domingo, 30 de agosto de 2015

Escuridão da alma

Olá caros leitores, hoje trago-vos um poema de uma autora portuguesa chamada Catarina Dinis. Espero que gostem.



Já te sentaste na velha cadeira que é o mundo
E refletiste sobre a escuridão da alma?
Então senta e entrega-te à reflexão
Pensa no que és e o teu significado
Encontrarás tanta escuridão
Sem sentido
Lapsos de pensamentos
Palavras que ficaram esgotadas com o uso
Sentimentos desgastados
Deita tudo fora... liberta-te de ti
Liberta-te da alma
Deixa que a luz da vida entre em teu ser
Para encontrares a liberdade


Catarina Dinis, in "Idílio"
 
 
Beijos,
-F